Arquivos



Suecos criam loiça que não precisa de ser lavada

Se os pratos sempre se  acumulam na pia da sua casa, esta poderá ser a solução ideal para sua cozinha. Um estúdio sueco criou um conjunto de taças e pratos de cozinha feitos de celulose revestida com uma cobertura hidrofóbica que repele a comida.
As peças foram criadas pelo estúdio Tomorrow Machine, em parceria com a empresa de investigação Innventia, e não precisam de ver a cor do detergente, mantendo-se sempre limpas – o que poupa trabalho, água, e evita a poluição das águas.
Além disso, são peças biodegradáveis uma vez que são produzidas num material feito à base de celulose. A pasta de celulose criada pela Innventia é aquecida e depois colocadas em moldes, tornando-se tão rígida como uma peça de cerâmica. Contudo, “é mais leve e não se parte”, explica a designer Hanna Billqvist, do estúdio Tomorrow Machine, ao site Dezeen.
O revestimento foi desenvolvido pelo KTH Royal Institute of Technology e simula a textura de uma folha de lótus para tornar as superfícies superhidrofóbicas.
A designer explica que este revestimento ainda está em fase de desenvolvimento pelo que, por enquanto, os protótipos da Tomorrow Machine ainda não estão prontos para serem comercializados.




Português é das línguas mais felizes do mundo

Uma universidade norte-americana quis descobrir quais são as línguas que usam mais palavras felizes. Os investigadores selecionaram 10 idiomas e, após o cruzamento de dois indicadores, concluíram que o português é a segunda língua mais “feliz” do mundo.Classificando os idiomas como uma “sofisticada tecnologia humana”, os autores do estudo consideram que, conforme a sua complexidade, estas ferramentas são tão poderosas que “influenciam o desempenho das sociedades e dos indivíduos”, podendo até “condicionar escolhas económicas”.

O grupo da Universidade de Vermont (EUA) quis confirmar uma teoria desenvolvida, nos anos 60, pelos investigadores norte-americanos Boucher e Osgood. Apelidada de Pollyanna, esta hipótese defende que o ser humano, em particular na sua comunicação com o outro, recorre mais frequentemente a termos positivos do que negativos. Contudo, estes investigadores avaliaram palavras isoladas, pelo que os seus resultados foram considerados pouco conclusivos.

Desta vez, os investigadores analisaram 24 textos complexos e longos (retirados de jornais, livros, da internet e de outros suportes) que foram traduzidos para 10 línguas de origens e culturas distintas – inglês, espanhol, francês, português (do Brasil), coreano, russo, indonésio e árabe.

A equipa fez dois tipos de avaliação: por um lado definiu quais eram os vocábulos mais usados em cada




Caro leitor, você já ouviu falar em fenômenos sobrenaturais e em aporte? Bem, minha crônica também é cultura. Aportes são, segundo o Google, “surgimentos repentinos de objetos provindos de locais diversos que não apresentam qualquer limitação perceptível em suas ocorrências: desde frutos até cães e pássaros, tudo parece ser passível de ser aportado”.

Alerta-nos nosso bravo auxiliar Google que “os aportes não devem ser confundidos com transportes ou materializações”. Entendeu?

Vou dar um exemplo concreto. Sabe aquela tesoura que você tinha certeza que havia guardado numa determinada gaveta? Você vai lá pegar a dita cuja e ela não está. Vasculha a casa inteira atrás da tesoura. Reza o “Responso” para Santo Antonio e ela não aparece.

Você fica intrigado (rendo-me à decisão linguística do gênero masculino para nos dirigirmos ao leitor). Dias depois, precisa costurar algo. Pega a caixa de costuras e tchan, tchan, tchan, tchan… a tesoura está lá.

Óóóh! Ei-la que surge! Você tem certeza absoluta de tê-la posto na tal gaveta. Como ela foi parar na caixa de costuras? Este é o hamado “aporte”. Também são conhecidos por esse nome fenômenos de “aparições” que nos chegam do nada. Algo que caia na nossa frente, de forma inesperada.…




Ténis "inteligentes" ensinam caminhos a invisuais
Uma empresa indiana desenvolveu um par de ténis “inteligentes” capazes de ensinar aos invisuais os caminhos para chegar onde necessitam. Os sapatos, batizados Lechal, funcionam através da comunicação com um smartphone por via de Bluetooth e já podem ser encomedados online.
 Criados pelo designer Anirudh Sharma, empresário responsável pela start-up Ducere Technologies, durante um período como investigador nos Hewlett-Packard Labs de Bangalore, na Índia, estes ténis conseguem ligar-se a um sistema Android, iOS ou Windows Phone.
Para orientar os utilizadores entre o local onde estão e o destino, a morada deve ser inserida no smartphone e o aparelho envia, depois, aos sapatos, os sinais necessários, que indicam a quem os calça para onde seguir com recurso à vibração (uma vibração no pé esquerdo, por exemplo, significa que deverá virar à esquerda).
Desta forma, explica o site oficial do produto, é possível caminhar com as mãos livres e sem precisar de olhar, constantemente, para o telefone, apesar de ser possível acompanhar o progresso no ecrã caso se deseje.
 Além dos ténis, que podem ser adquiridos por um valor que ronda os 100 dólares (cerca de 75 euros), Sharma e o seu parceiro de negócios, Krispian Lawrence, desenvolveram também um conjunto de




adesivo-torna-ser-humano-invisivel-mosquitos-blog-redacao

Poucos insetos provocam tantos transtornos quanto eles. Além de coceira e possíveis reações alérgicas, estes pequenos voadores são transmissores de doenças como dengue e febre amarela. Só a malária infecta milhões de pessoas no mundo todo, principalmente crianças com menos de 5 anos em países pobres da África. Estima-se que a cada minuto uma delas morra por causa da moléstia.

Nossas atuais armas contra os mosquitos são repelentes, pílulas ou sprays com DEET, composto químico que utilizado em grandes quantidades pode trazer malefícios para nossa saúde.

Mas cientistas da Universidade Riverside, na Califórnia, descobriram uma maneira deenganar os insetos, ou seja, eles não conseguem sentir a presença do homem. Os mosquitos são atraídos aos seres humanos pelo dióxido de carbono que soltamos no ar.

Entretanto, a pesquisa da universidade americana concluiu que alguns odores naturais podem bloquear os receptores de CO2 dos insetos, fazendo com que os humanos se tornem invisíveis a eles. A substância bloqueadora testada foi o diacetil, subproduto gerado na fermentação da cerveja e do vinho. Em um grande experimento, o diacetil foi colocado em adesivos nas roupas de diversas pessoas. O resultado? Não houve ataques dos insetos.

O projeto foi realizado em parceria com a …




Por Melissa Hogenboom-Repórter de Ciência, da BBC News

As cobaias parecem se identificar muito com os seus corpos virtuais em simuladores.

Se na vida real não é possível voltar no tempo, uma pesquisa que possibilitava essa viagem em um ambiente de realidade virtual descobriu que a experiência pode até ajudar a superar traumas.

Divulgado na publicação científica Fronteiras da Psicologia, o estudo avaliou 32 participantes que presenciaram, em realidade virtual, um homem abrir fogo dentro de uma galeria de arte e matar cinco pessoas.

No teste, o participante aprendia a controlar um elevador, e sem saber, deixava o assassino subir ao piso superior, onde estavam as vítimas.

Metade dos participantes voltava no tempo para reviver os acontecimentos, mas na segunda vez se deparavam com um dilema moral: não fazer nada e ver cinco pessoas morrerem ou intervir e salvá-las, condenando apenas uma pessoa à morte.

Como era esperado, a maioria das cobaias resolveu intervir e não deixar o assassino subir.

Impacto

No mundo virtual, as pessoas podiam se deslocar e conversar livremente, de forma semelhante à vida real.

O mais interessante, segundo os pesquisadores, foi o impacto emocional que a experiência virtual teve sobre os participantes.

A maioria teve




Os restos de uma antiga cidade maia em Lagunita Foto: HANDOUT / REUTERS
Os restos de uma antiga cidade maia em Lagunita - HANDOUT / REUTERS

CIDADE DO MÉXICO – Arqueólogos encontraram duas cidades maias que estavam escondidas na floresta tropical do sudeste do México, uma região onde, segundo o chefe dos pesquisadores, “poderia conter outras dezenas a desvendar”.

O professor associado da Academia de Ciências e Artes da Eslovênia, Ivan Sprajc, disse que sua equipe encontrou em abril as antigas cidades de Lagunita e Tamchen, na península de Yucatán, mediante a análise de fotografias aéreas da região.

Sprajc comentou que ambas as cidades alcançaram seu apogeu nos períodos Clássico Tardio e Clássico Terminal, entre os anos 600 e 900 d.C.

Em cada local, os cientistas encontraram edificações parecidas com um palácio, além de praças e pirâmides, uma delas de quase 20 metros de altura.

Os arqueólogos também descobriram a fachada de uma construção com uma porta que se assemelha às garras de um monstro que provavelmente marcava uma das principais entradas do centro da cidade.

O pedaço de rocha esculpida em uma antiga cidade maia em Lagunita - HANDOUT / REUTERS

As fotografias dos lugares mostram pirâmides de pedra que se sobressaem na densa folhagem.

- A entrada, pelo que parece, simboliza




Campestre, setembro de 2010.

 

Vai chegar a primavera. O Reino está atento?

Um hálito de frescor percorre a Terra. A vida cumpre um ciclo. Somos cíclicos, como as flores. Tangida pela dor, já dei 60 voltas em torno do Sol. Consta que Vossa Alteza também. Veja só, a gente em órbita, assim, em torno do Astro-rei esse tempo todo. Sessenta voltas – e eu nem percebi.

Nada disso importa, diante do acontecido. Nada aconteceu, fique sossegado – além do fato astronômico. No entanto, que acontecimento retumbante! Que grata revelação saber desta estima, deste apreço, deste sentimento. Meu coração dispara e se curva ante tal beleza, premido por metáforas obrigatórias.

Vossa Alteza trouxe sonho a minha vida – uma vida que já teve sua juventude, seu viço, sua plenitude. Agora, na fase da maturidade, depois de um casamento lindo e felicíssimo, de duas filhas adultas que são o meu orgulho, vivendo uma viuvez serena, agradeço que se apresente com esta solicitude reservada e anônima.

cinderela-e-o-principeLembra do poema? “Ofereço-te meu ombro/ meu assombro/ e minha amizade”? É isso. Oferta sem pretensões. A não ser estender minhas mãos cansadas, no outono das nossas existências. O inverno, de fato, virá dentro de alguns …




Estamos num ano eleitoral. Ano interessante este de 2014. Tivemos uma Copa do Mundo (já passou?), que não foi lá essas coisas para nós, os brasileiros. Ui!… Melhor não tocar no assunto daquele fatídico 7 X 1. Vade retro!

Bem, amigos, vamos juntos pensar nas promessas de campanha. Você pode ir imaginando aí, com seus botões, o que é que os candidatos vão começar a dizer no horário político gratuito que amamos de paixão.

Confesso que assisto e tento ver quem está falando coisa com coisa, em bom português, apresentando propostas decentes ao eleitor. Vejo se alguém acena ao povo com políticas sociais sérias, animando-nos a sair de casa para votar.

Então. Vote em mim, caro eleitor, que vou acabar com todo tipo de conflito, nem que seja no grito, e com toda tristeza na face da Terra. Assim, Terra com T maiúsculo, que é para impressionar as almas. Calmas!… Tristeza não mais haverá e a alegria imperará por toda a parte, como um toque de mágica e de arte. Como vou fazer isso? Não sei. Apenas prometo. Vote na Tereza, ela acaba com a tristeza.

Você que está aí sofrendo com dívidas e contas. Ora, lontras! Eu serei para …




women in leadership 1st release 9-11-2012

A característica mais peculiar de um líder deve ser a clareza de direção e propósito. Os grandes talentos são movidos à orientação estratégica. Eles podem entrar com você em mares revoltos e turbulentos, mas precisam saber aonde se quer chegar e se o propósito vale à pena. Nos dias atuais o que mais estressa uma equipe é a falta de clareza e incoerência estratégica. Grande parte das equipes trabalha sem objetivos claros. Não sabem dizer qual sua meta prioritária. O que dá consistência e confiança na comunicação de um líder é sua capacidade de ser claro e transparente em relação ao norte estratégico e ao verdadeiro propósito da estratégia.

Entre as práticas que mais são utilizadas para estimular a comunicação entre o líder e equipe destacaria: a comunicação um a um, ou seja, face to face; Café com os Líderes; feedback orientado a resultados; palestras; espaços de discussão e capacitação; reuniões em pequeno grupo; vídeo conferências; caixa de sugestões; conversações via telefone; voice maill; e-mail; reuniões em grande grupo; notas escritas à mão; cópias avançadas de agendas; fax; menos inter-escritórios; discursos formais; cartas; newsletters; relatórios.

As que apresentam melhores resultados continuam sendo as práticas de comunicação um a um, ou …





Feliz Dia Novo - Todos direitos reservados

Desenvolvido por CPC Informática