Uma rede conectada à boa atitude!


Vida de qualidade/bem estar/saúde



As pessoas com maior memória operacional têm maior tendência a distraírem-se. Um estudo recente demonstrou que quem realiza mais raciocínios em simultâneo tem menor capacidade para absorver a informação durante as tarefas de rotina.

Quem consegue captar mais informação e trabalhá-la é, também, quem mais facilmente se distrai. Segundo um estudo científico publicado na revista Psychological Science, os investigadores Daniel Levinson e Richard Davidson (universidade de Wisconsin-Madison, EUA) e Jonathan Smallwood (instituto Max Planck, Suíça) estabeleceram a ligação entre a maior memória operacional e a tendência do cérebro em dispersar-se por diversos pensamentos.

“Os nossos resultados sugerem que o tipo de planificação que as pessoas fazem frequentemente na vida diária, como quando estão no autocarro, vão de bicicleta para o trabalho ou tomam duche, é, provavelmente, efetuado através da memória operacional”, afirmou Jonathan Smallwood, explicando que “os cérebros estão a tentar alocar recursos nos problemas mais prementes”.

Esta forma de definir prioridades leva a que a maior memória operacional atribua uma maior capacidade para a realização de diversos raciocínios em simultâneo, tendo como consequência a dispersão da concentração. “É quase como se a atenção estivesse tão absorvida por outros pensamentos que não sobrasse espaço para recordar o que pretendiam estar …




Atenção xonados de hoje em dia, que buscam sua primeira oportunidade no mercado de trabalho. Algumas profissões são mais estressantes que as outras, geralmente por causa de cargas horárias exaustivas ou excesso de responsabilidades e cobranças. Mas há também aquelas que causam um efeito depressivo nos profissionais.

A revista Health Magazine listou as profissões que mais causam depressão. Confira:

Enfermeiro particular – Trabalhos que envolvem cuidados particulares, na casa do paciente (home care), geram depressão em quase 11% dos profissionais, segundo a revista americana. Um dia de trabalho típico nesta profissão pode incluir banho, alimentação e outros tipos de cuidados em pessoas que, muitas vezes, não conseguem expressar nenhum tipo de reação ou gratidão, devido a suas enfermidades, como é o caso de idosos.

Garçom/garçonete – Em segundo lugar do ranking, aparecem esses profissionais que trabalham diretamente com o atendimento aos clientes. Nesta área, 10% relataram um episódio de depressão no último ano. Entre as mulheres, este número sobe para 15%.

Assistentes sociais – Lidar com crianças vítimas de abuso ou famílias em dificuldades ou à beira de um colapso são motivos suficientes para uma crise depressiva, aponta a publicação. Sem falar nos processos longos e burocráticos que estes profissionais …




Nadar é considerado um dos exercícios mais completos que existem. Além de ser relaxante, aumentar a concentração e melhorar a capacidade respiratória, o esporte trabalha todos os músculos do corpo.

Além de ser praticado por quem quer manter a forma física, ele é utilizado também com finalidades terapêuticas e no tratamento de doenças respiratórias, como asma e bronquite, por exemplo. Isso sem falar que esse esporte é sempre muito divertido, especialmente em um país quente como o nosso.

Nadar  possibilita movimentar todos os músculos do corpo ao mesmo tempo, simplesmente variando o estilo. No crawl, peito, costas e borboleta – braços e pernas se movimentam sem parar, proporcionando ao corpo maior resistência e ganho de força muscular.

Dependendo do estilo, alguns músculos são mais exigidos que outros. No nado crawl, por exemplo, são os tríceps. No estilo peito, os bíceps. Ao nadar de costas, a pessoa trabalha com muita ênfase a região peitoral e ombros e no nado borboleta, costas, tríceps e peitoral.

Os benefícios não param por aí. A natação melhora ainda a capacidade respiratória, promove o relaxamento, aumenta o equilíbrio, a sustentação, concentração e a coordenação motora.

E mais, o esporte é pata todos – sem limite de …




É obvio que uma alimentação saudável proporciona um corpo saudável. O que está em foco agora é a importância dos alimentos para a mente.

Estudos recentes concluíram que tudo o que ingerimos além de interferir no corpo, age diretamente no cérebro.

Pode ser até assustador, mas já está comprovado que hábitos alimentares errados podem obstruir os neurotransmissores e provocar alguns distúrbios como ansiedade e depressão, além de contribuir para a destruição da memória.

Fique atento aos alimentos prejudiciais e procure evitá-los; pequenas mudanças em seus hábitos podem fazer grande diferença. Aqui vão algumas dicas preciosas:

Os maiores vilões para o cérebro – quando consumidos em grande quantidade são: açúcar refinado, farinha, gorduras saturadas, cafeína – presente no café, alguns refrigerantes e chás – além do álcool.

Os “mocinhos” dessa história são os conhecidíssimos vegetais, grãos e frutos em geral. Eles sozinhos fornecem ao cérebro uma dose regular de glicose, provocando um efeito calmante, melhorando a memória e a capacidade de resolver problemas.

No mesmo time estão as proteínas – presentes em carnes, ovos e derivados do leite, e os antioxidantes – conhecidos por sua ação contra doenças em geral e o envelhecimento.

Quer ficar em dia com a sua alimentação? …




O brasileiro consome duas vezes mais sódio do que o recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e a maior parte disso deve-se à adição de sal de cozinha à comida pelos próprios consumidores, segundo um levantamento feito pela Associação Brasileira das Indústrias de Alimentação (Abia). Apenas um quarto é proveniente de alimentos industrializados, segundo a pesquisa, que transfere para os consumidores a maior responsabilidade sobre a redução do consumo excessivo de sódio e dos seus efeitos malignos sobre a saúde.

“O grande inimigo é o sal comprado”, disse ao Estado o presidente da Abia, Edmundo Klotz. “Não nos isentamos da nossa parcela de responsabilidade, mas é uma verdade que precisa ser dita. Não somos nós que estamos envenenando as pessoas.”

O estudo foi compilado pela Abia, mas é baseado em dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) – mais especificamente, da Pesquisa Anual de Serviços de 2009 e da Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF) de 2008-2009. “Inventava-se um monte de histórias sobre nós e não tínhamos uma pesquisa para rebater essas críticas. Então pegamos uma pesquisa neutra, feita pelo governo por outros motivos, e achamos as respostas que precisávamos”, afirma Klotz. “Os dados são incontestáveis e altamente …




Precisamos do tempo para tudo: preparar o jantar, conversar com o amigo, aprender novas línguas, fechar o relatório etc., etc., etc. Para o americano Roger Merrill, especialista no assunto, administrar o relógio é um item tão essencial que mereceu um capítulo em seu livro Questões Fundamentais da Vida.

“Fazer as pazes com o tempo é fazer as pazes com a vida”, diz o especialista…Ele defende que lidar bem com o tempo é agir segundo valores e princípios éticos em vez de reagir a tudo o que vem em nossa direção com uma etiqueta de urgência pendurada. Aqui, algumas idéias para você aproveitar bem e melhor o tempo.

1 – o importante é o que faz sentido para você:

Todo dia precisamos lidar com uma centena de informações – a conta no banco, a família, o trabalho, os amigos –, e as 24 horas do dia parecem pouco para dar atenção a todos os detalhes. Mas, ao definir o que é mais importante: valores, ética, o que se deseja para a vida inteira, temos uma bússola para nos nortear nos momentos de indecisão. Quando você chega a essa essência, tudo se encaixa e a administração do tempo fica bem mais …




Já se sabe que os exercícios são recomendados para aliviar o estresse, melhorar a circulação, emagrecer e ter uma vida mais saudável. Mas o que pouca gente sabe é do poder que a atividade física tem no combate à depressão.

A doença caracteriza-se por uma falta de vontade de viver, um sentimento de tristeza profunda, perda do estímulo de sair de casa e vontade constante de chorar, entre muitos outros sintomas. Ela pode ser causada por algum problema eventual ou por uma insatisfação geral diante da vida, como se não houvesse nenhum caminho a seguir. A depressão pode causar insônia, distúrbios alimentares, doenças auto-imunes, entre outros problemas.

Os exercícios físicos – por sua vez – proporcionam bem-estar, já que durante a atividade, o organismo produz endorfina e serotonina – os neurotransmissores que amenizam a dor e trazem prazer. Quando estas substâncias circulam pelo corpo, melhoram a memória e a disposição física e mental, deixam o sistema imunológico mais forte contra doenças oportunistas e tendem a amenizar a sensação de tristeza e desânimo.

Para que os efeitos sejam sentidos, é necessário que se pratique exercícios regularmente, contando com o incentivo de alguém próximo. No início, praticar exercícios em dupla é o …




Uma das necessidades para quem busca a saúde plena é reservar um lugarzinho na agenda para o contato com a natureza. Cada vez mais difícil em grandes cidades, esse contato é fundamental para sobreviver em ambientes urbanos que exigem de nós cada dia mais equilíbrio, energia e saúde extra.

“Basicamente, a importância da relação do homem com o meio ambiente natural tem ligação com a nossa dependência dos elementos da natureza, primordialmente água, terra, ar e fogo. Em termos gerais, as composições químicas dos reinos mineral, vegetal e animal são similares e complementares. Essa proximidade faz com que os efeitos da integração do homem com meio ambiente natural sejam prazerosos e saudáveis, física e psicologicamente” explica o educador e esportista de aventura Jorge Elage.

Esclarecimentos à parte, é simples perceber esses efeitos quando se tem a oportunidade de curtir uma bela paisagem natural.

Mas, apesar dessa inegável necessidade, muitas vezes parece complicado reservar um tempo na agenda para passar algumas horas em contato com a natureza. Mesmo viagens a locais geograficamente agraciados com matas, belas praias e cachoeiras nem sempre são sinônimo de descanso. Roteiros cheios de atividades e que colocam a natureza em segundo plano podem transformar belas paisagens …




Um estudo realizado por especialistas americanos comprovou que o reduzido número de doentes cardíacos no Mediterrâneo se deve a qualidade de sua alimentação. A explicação está no baixo consumo de gordura saturada e na alta ingestão de frutas e verduras desde a infância. Ao contrário dos hábitos alimentares do brasileiro, que consome muita quantidade de alimentos ricos em gorduras e açúcares.

A alimentação da população mediterrânea pode servir de exemplo para todo o mundo, pois é rica em cereais, frutas, legumes, verduras, carnes brancas, e azeite de oliva, que apesar de ser bastante calórico, é um tipo de gordura benéfica porque pode aumentar os níveis do chamado bom colesterol. O consumo de vinho tinto também é um hábito comum desta população. Em pequenas quantidades ele é benéfico, porque contém flavonóides  -pigmentos que combatem os radicais livres e diminuem a formação de placas de gordura nas artérias.

A alimentação equilibrada pode modificar a incidência de doenças. Portanto, é preciso estar atento ao consumo de folhas, frutas e cereais integrais, que em baixas quantidades podem contribuir para a diminuição de vitaminas e minerais no organismo.

Estes alimentos, conhecidos como fibras alimentares, funcionam como antioxidantes, melhoram a função intestinal e podem até prevenir …




Um grupo de cientistas escoceses fez um estudo com um grupo de mulheres que pareciam ter muito menos idade do que realmente tinham. A conclusão foi que a aparência jovem estava diretamente ligada a qualidade de sexo que elas praticavam, ou seja, quanto mais prazer conseguiam ter em cada relação, mais vitalidade e beleza essas mulheres aparentavam.

Segundo outra pesquisa, quem tem, pelo menos, três orgasmos por semana reduz pela metade o risco de sofrer um infarto ou derrame.

Diante disso, levar uma vida sexual satisfatória se torna um questão também de saúde bem estar e auto-estima elevada.

 …






Feliz Dia Novo - Todos direitos reservados

Desenvolvido por CPC Informática